Circuito do Medicamento

I. Designação do Projeto – Circuito do Medicamento

II. Código do Projeto – POCI-02-0550-FEDER-040624

III. Tipologia – Promoção das TIC na administração e serviços públicos

IV. Objetivo – Melhorar o acesso às tecnologias da informação e da comunicação, bem como a sua utilização e qualidade

V. Investimento e Incentivo Associado

Investimento Elegível: 135.000,00 €

Incentivo FEDER: 114.750,00 €

VI. Descrição – Tendo identificado seis áreas clínicas que necessitam de informatização ao nível do controlo da administração da medicação, nomeadamente: i) CDM da Urgência; ii) CDM da Cirurgia de Ambulatório; iii) CDM da Anestesia; iv) CDM da Oncologia; v) CDM da Alimentação Parentérica; vi) CDM da Consulta Externa, com a presente operação o HSOG pretende a uniformização processual, a uniformização das metodologias de trabalho dos profissionais, a rastreabilidade (end-to-end) de toda a medicação, a uniformização do reporte realizado para a tutela e a uniformização aplicacional no HSOG em termos do CDM.

VII. Objetivos – A presente operação visa atingir essencialmente os seguintes objetivos:

a) Rigor, rastreabilidade e controlo efetivo de todo o CDM no HSOG;

b) Incremento da segurança clínica para o doente;

c) Simplificação e otimização de processos dos profissionais clínicos;

d) Racionalização e objetividade dos custos associados a cada CDM;

e) Criar interoperabilidade interna entre os vários sistemas periféricos do sistema de prescrição e dispensa (GHAF);

f) Criar interoperabilidade externa com a tutela (SPMS) e a plataforma de interoperabilidade da Administração Pública (ex: gateway de SMS, WebServices);

g) Divulgar os resultados do projeto com vista à replicação dos mesmos.

 

Aumento de produtividade e implementação de um sistema de melhoria contínua

SATDAP – Capacitação da Administração Pública: Aumento de produtividade e implementação de um sistema de melhoria contínua

  1.  Designação do Projeto – SATDAP – Capacitação da Administração Pública: Aumento de produtividade e implementação de um sistema de melhoria contínua
  2. Código do Projeto – POCI-05-5762-FSE-000053
  3. Tipologia – Capacitação da Administração Pública
  4. Objetivo principal – Melhorar a capacidade institucional das autoridades públicas e das partes interessadas e da eficiência da administração pública.
  5. Investimento e Incentivo Associado
    Investimento Total: Euro 589 589.00
    Investimento Elegível: Euro 589 589.00
    Incentivo FSE: Euro 501 150.65
    Contribuição Pública Nacional: 88 438,35
  6. Descrição – A presente operação prevê a definição e implementação de um plano de aumento de produtividade e de um sistema de melhoria contínua centrado no aumento da satisfação global dos utentes, na redução dos tempos de espera, na diminuição do tempo de permanência dos utentes no hospital e na otimização dos serviços prestados, tendo por base a redução das tarefas de não valor acrescentado, a simplificação dos processos, a normalização de fluxos e serviços prestados, a redução dos valores em stock, o aumento de competências e a maior motivação dos colaboradores de cada um dos serviços-piloto previamente identificados.
  7. Objetivos –
    Maior satisfação dos utentes
    Melhor serviço público;
    Maior capacidade de resposta e flexibilidade;
    Redução de custos de contexto e aumento da poupança;
    Desenvolvimento de competências dos profissionais;
    Maior facilidade de treino e capacitação dos profissionais;
    Redução do risco de falhas graves ou incumprimentos;
    Incremento da qualidade dos processos internos;
    Maior alinhamento entre áreas e profissionais, com partilha de boas práticas;
    Reconhecimento interno do trabalho desenvolvido pelos colaboradores;
    Incremento da motivação dos colaboradores;
    Desenvolvimento da cultura de identificação de desperdícios e melhoria contínua;
    Maior satisfação de fornecedores.

 

Modelo integrado de promoção da qualidade

SATDAP – Capacitação da Administração Pública: Modelo Integrado de promoção da Qualidade

  1. Designação do Projeto – SATDAP – Capacitação da Administração Pública: Modelo Integrado de promoção da Qualidade
  2. Código do Projeto – POCI-05-5762-FSE-000124
  3. Tipologia – SATDAP- Capacitação da Administração Pública
  4. Objetivo principal – Melhorar a capacidade institucional das autoridades públicas e partes interessadas e eficiência da administração pública.
  5. Investimento e Incentivo Associado
    Investimento Total: Euro 350 588.64
    Investimento Elegível: Euro 350 588.64
    Incentivo FSE: Euro 298 000.34
    Contribuição Pública Nacional: 52 588.30
  6. Descrição – A presente operação pretende implementar ações que promovam a melhoria contínua da qualidade dos seus serviços através da prestação de melhores cuidados de saúde com elevados níveis de competência, excelência e rigor, através da adoção e implementação de soluções integradas que promovam a monitorização e avaliação dos mesmo com vista ao aumento da sua eficiência, racionalização dos processos e satisfação dos seu Utentes.
  7. Objetivos – 
    Melhor serviço público;
    Maior satisfação dos utentes;
    Maior capacidade de resposta e flexibilidade;
    Redução de custos de contexto e aumento da poupança;
    Desenvolvimento de competências dos profissionais;
    Maior facilidade de treino e capacitação dos profissionais;
    Redução do risco de falhas graves ou incumprimentos;
    Incremento da qualidade dos processos internos;
    Maior alinhamento entre áreas e profissionais, com partilha de boas práticas;
    Reconhecimento interno do trabalho desenvolvido pelos colaboradores;
    Incremento da motivação dos colaboradores;
    Desenvolvimento da cultura de identificação de desperdícios e melhoria contínua;
    Maior satisfação de fornecedores.

 

Controlo Inteligente da Infeção Hospitalar

SATDAP – Capacitação da Administração Pública – Controlo Inteligente da Infeção Hospitalar

  1. Designação do Projeto – SATDAP – Capacitação da Administração Pública – Controlo Inteligente da Infeção Hospitalar
  2. Código do Projeto – POCI-05-5762-FSE-000209
  3. Tipologia – SATDAP – Capacitação da Administração Pública
  4. Objetivo temático – Melhorar a capacidade institucional das autoridades públicas e partes interessadas e a eficiência da administração pública
  5. Investimento e Incentivo Associado
    Investimento Total: Euro 276.000
    Investimento Elegível: Euro 276.000
    Incentivo FSE: Euro 234.600
    Contribuição Pública Nacional: Euro 41.400
  6. Descrição – O presente projeto visa promover a transferência de conhecimento e a adoção de técnicas avançadas de inteligência artificial e ciência dos dados. Apesar das medidas preventivas estarem bem definidas, a deteção de infeções é realizada de forma manual e por vezes tardia podendo comprometer o estado de saúde dos doentes internados e todos os que os rodeiam por força de contágio.
    Assim sendo e uma vez que os dados necessários à identificação de um estado infecioso no doente se encontram disponíveis nos sistemas de informação do HSO, torna-se possível utilizar estes dados por forma a criar modelos de previsão que possibilitem a identificação atempada de infeções de forma automática.
  7. Objetivos –
    Diminuição dos casos de infeção;
    Potenciar atuação pró-ativa da CCI e dos profissionais envolvidos;
    Melhoria da qualidade de vida dos doentes;
    Melhoria da qualidade e eficiência de serviço;
    Melhoria na eficiência dos processos envolvidos (e.g. prevenção, deteção, medicação, tratamento);
    Diminuição de tempos de internamento;
    Diminuição de custos

 

Formação de Profissionais do Setor da Saúde

Formação de Profissionais do Setor da Saúde

  1. Designação do ProjetoFormação de Profissionais do Setor da Saúde
  2. Código do Projeto –POISE-03-4538-FSE-000399
  3. Objetivo principal – Promover a inclusão social e combater a pobreza e qualquer discriminação
  4. Investimento e Incentivo Associado
    Investimento Elegível: Euro 70 438,91
    Incentivo FSE: Euro 59 873.07
    Contribuição Pública Nacional: Euro 10 565,84
  5. Objetivos

A presente operação integra um conjunto de cursos de formação que visam contribuir para a eficiência da instituição, essencialmente ao nível do desenvolvimento das competências técnicas e relacionais dos recursos humanos. Por outro lado, ao nível organizacional, irão ser implementadas metodologias específicas que permitirão identificar oportunidades de melhoria e agregação de valor aos fluxos de materiais, informações, processos e pessoas.

Eficiência Energética

Eficiência Energética

  1. Designação do projeto: Eficiência Energética no Hospital da Senhora da Oliveira Guimarães, E.P.E.
  2. Código do projeto: POSEUR-01-1203-FC-00008
  3. Objetivo principal: Apoiar a transição para uma economia baixas emissões de carbono em todos os setores.
  4. Região de intervenção: NORTE
  5. Entidade beneficiária: Hospital Senhora da Oliveira – Guimarães
  6. Data de aprovação: 11-09-2017
  7. Data de início: 01-01-2017
  8. Data de conclusão: 31-12-2019
  9. Custo total elegível: 3.598.279,92
  10. Apoio financeiro da União Europeia: 3.418.365,92
  11. Apoio financeiro público nacional: 179.914,00
  12. Descrição: A operação em desenvolvimento prevê a implementação de um projeto integrado de gestão e racionalização energética no Hospital Senhora da Oliveira – Guimarães, onde constam um conjunto de medidas tais como a aplicação de isolamento térmico, intervenções na envolvente envidraçada, nos sistemas técnicos e na iluminação assim como, a instalação de sistemas e equipamentos de produção e gestão de energia que permitirão fomentar a poupança de energia, redução da fatura energética e a utilização racional de recursos do Hospital.

 

 

Adaptação e Requalificação do Serviço de Urgência Médico Cirúrgico

Adaptação e Requalificação do Serviço de Urgência Médico Cirúrgico

  1. Designação do projeto: Adaptação e Requalificação do Serviço de Urgência Médico Cirúrgico do Hospital da Senhora da Oliveira, Guimarães, E.P.E.
  2. Código do projeto: NORTE-07-4842-FEDER-000017
  3. Objetivo principal: Promover a inclusão social e combater a pobreza
  4. Região de intervenção: NORTE
  5. Entidade beneficiária: Hospital Senhora da Oliveira – Guimarães
  6. Data de aprovação: 23-09-2019
  7. Data de início: 03-02-2016
  8. Data de conclusão: 09-11-2019
  9. Custo total elegível: 1.050.000,00 €
  10. Apoio financeiro da União Europeia: FEDER – 892.500,00 €
  11. Apoio financeiro público nacional: 157.500,00 €
  12. Descrição: A operação contempla a ampliação e remodelação dos SUMC do HSO-Guimarães e inclui atividades de construção e relacionadas (projetos e fiscalização), implicando ainda a implementação de alterações organizacionais para a promoção da eficiência e maximização da qualidade dos serviços prestados.
  13. Objetivos:
    Promover uma nova gestão, mais eficiente, dos vários espaços físicos e recursos humanos disponíveis;
    Maximizar a eficiência dos SUMC do HSO-Guimarães, através da construção para a ampliação, adaptação e reestruturação do espaço dos SUMC;
    Promover uma fácil leitura do espaço, de forma a permitir uma eficiente utilização do mesmo por parte dos profissionais de saúde e utilizadores, aumentando os níveis de satisfação de ambos.

 

Plataforma Multicanal

PAMI – Plataforma de Atendimento Multicanal Integrada

  1. Designação do Projeto – PAMI – Plataforma de Atendimento Multicanal Integrada
  2. Código do Projeto – POCI-05-5762-FSE-037611
  3. Tipologia – Capacitação e modernização das administrações e dos serviços públicos
  4. Objetivo principal – Melhorar a capacidade institucional das autoridades públicas e das partes interessadas e da eficiência da administração pública
  5. Investimento e Incentivo Associado
    Investimento Total: Euro 330.943,40
    Investimento Elegível: Euro 330.943,40
    Incentivo FSE: Euro 273 581.34
    Contribuição Pública Nacional: Euro 48 279.06
  6. Descrição
    O presente projeto engloba as atividades necessárias à gestão da mudança a nível organizacional e processual, e assenta na implementação de um conjunto de capacidades tecnológicas, desatualizadas ou inexistentes no HSOG, que permitirão a gestão integrada, normalizada e centralizada das atividades de atendimento, independentemente dos canais de contacto disponíveis aos utentes.
  7. Objetivos
    Promover a transformação do modelo operativo HSOG na interação com os utentes;
    Permitir um serviço de saúde mais personalizado e acessível à população servida pelo HSOG;
    Organização mais eficiente dos seus recursos.